• Dr. Alejandro Zoboli

Metatarsalgia - Dor na Frente do Pé: o que é, como diagnosticar e como tratar!

Diversas pessoas experimentam ao longo da vida dor na região plantar da frente do pé (antepé). Descrita por alguns como "dor na bola do pé", "dor na planta do pé" ou "dor na frente do pé", a metatarsalgia corresponte ao processo doloroso na região plantar do antepé e engloba diversas patologias especificas.


O que causa a Metatarsalgia?

Metatarsalgia

A metatarsalgia é normalmente causada por uma sobrecarga

mecânica na frente do pé. Isto quer dizer que por algum motivo o paciente sobrecarrega a frente do pé e seus tecidos (pele, tendões, bursas, nervo e/ou ossos), levando a algum grau de lesão e consequentemente de sintomas dolorosos.

Os principais fatores que levam a sobrecarga mecânica na frente do pé e a metatarsalgia são:

- Uso de calçados flexíveis (cujo solado dobra com facilidade) ou andar muito descalço.

- Uso de calçados com salto.

- Alterações anatômicas nos pés (ex: metatarsos mais alongados, sequelas de fraturas nos metatarsos, alterações na pisada, tumorações locais, etc...).

- Desvios na pisada (ex: pé cavo).

- Encurtamentos musculares (ex: encurtamento de cadeia posterior).

- Excesso de treino ou exercícios físicos que forcem muito a frente do pé.


Quais são as manifestações da Metatarsalgia?


Basicamente, o sintoma da metatarsalgia é a dor na frente do pé ou como alguns pacientes relatam, "dor na bola do pé".

Metatarsalgia - Neuroma de Morton
Neuroma de Morton

Entretanto, a depender do tecido que é lesionado, além de dor podemos ter outros sintomas como calosidades plantares, "choque nos dedos", edema e vermelhidão local.

A grosso modo, a depender do tecido da frente do pé que é sobrecarregado e lesionado, podemos ter as seguintes alterações (que podem inclusive, coexistir):

- Sobrecarga na pele: formação de calosidade plantares (muitas vezes dolorosas).

- Sobrecarga em tendões e bursas: formação de tendinites e bursites com dor local.

- Sobrecarga nos nervos sensitivos: formação de neuroma de morton com dor local e eventualmente sensação de "choque nos dedos"correspondentes.

- Sobrecarga nos ossos (metatarsos): formação de fraturas por stress ou fadiga com dor local, edema e vermelhidão local.


Como diagnosticar a Metatarsalgia?


O diagnóstico da metatarsalgia se baseia em uma boa anamnese, exame físico e eventualmente a solicitação de exames de imagem.

Durante a anamnese (história clínica do paciente) é importante perguntar ao paciente o local da dor (antepé), início dos sintomas, fatores de melhora e piora (se o paciente associa a dor a algum calçado específico ou a alguma atividade física, por exemplo), hábitos de calçado (uso de sapatilhas, saltos, sandálias, etc), profissão (algumas profissões exigem calçados específicos - ex: calçados de segurança) e tratamento prévio realizado.

No exame físico, o ortopedista especialista em pé e tornozelo procura por sinais de sobracarga mecânica do pé (ex: calosidades plantares), avalia o alinhamento dos pés, alongamentos dos membros inferiores, padrão da marcha e alguns outros testes específicos.


Exames de Imagem para Metatarsalgia:


Os exames complementares de imagem mais utilizados para o diagnóstico de metatarsalgia são as radiografias, ultrassonografias e ressonância magnética.

Nas radiografias do pé é possível avaliar se há alguma alteração anatômica ou fratura que justifique o desconforto. Nas ultrassonografias e ressonância magnética é possível avaliar a presença de processos inflamatórios bem como a presença de bursites, tendinites, neuromas de morton, entre outras alterações que justifiquem a dor.


Como tratar a Metatarsalgia?


Grande parte dos casos de metatarsalgia são de tratamento conservador, isto é, não cirúrgico.

Em linhas gerais o tratamento conservador da metatarsalgia envolve:

- Uso de calçados de solado firme (não flexíveis).

- Reabilitação com fisioterapia.

- Uso de medicação analgésica e antiinflamatória (se não houver contraindicação).

- Uso de compressas de gelo local.

- Eventualmente o uso de palmilhas específicas.

Na falha do tratamento conservador, o tratamento cirúrgico pode ser instituído. É importante salientar, que cada causa específica de metatarsalgia apresenta um tratamento cirúrgico único, quando indicado.

Caso apresente sinais ou sintomas de metatarsalgia, procure um Especialista em Pé e Tornozelo para ter melhores orientações e um tratamento mais adequado.


Fonte:

FootCareMD


9 visualizações

Posts recentes

Ver tudo