• Dr. Alejandro Zoboli

Tratando a Unha Encravada.

O que é a unha encravada


A unha encravada corresponde a projeção das bordas da unha para dentro da lateral do leito ungueal, irritando a região e muitas vezes levando a infecção e dor local. O hábito de cortar as unhas dos pés muito curtas e de maneira inadequada, especialmente nas laterais dos dedos (arredondar suas bordas), pode levar ao desenvolvimento de uma unha encravada ou onicocriptose.

A onicocriptose também pode ocorrer devido a compressão dos dedos/unhas em calçados muito apertados ou com uma frente inadequada ou de maneira congênita devido a um defeito na formação das unhas.


Fatores de Risco para desenvolver Unha Encravada


Existem diversos fatores que predispões ao desenvolvimento da unha encravada, entre eles temos:

  • Genética

  • Unha excessivamente larga

  • Desproporção entre a largura da placa e o leito ungueal

  • Traumas crônicos de repetição (ex: atritos com o calçado)

  • Uso de sapatos de ponta estreita ou excessivamente apertados

  • Corte inadequado de unhas dos pés (ex: cortes excessivamente arredondados)

Sintomas das Unhas Encravadas


São sintomas comuns às unhas encravadas a dor, inchaço do dedo e eventuais sinais de infecção (ex: saída de secreção purulenta). Qualquer uma das unhas dos pés pode ser acometida, mas o problema afeta mais frequentemente o 1º dedo do pé (hálux).

A onicocriptose ocorre quando a pele em um ou ambos os lados de uma unha crescem sobre as bordas da unha, ou quando a unha se invagina em direção da pele. Eritema (vermelhidão), dor e edema nos cantos das unhas podem ocorrer e, se a lesão persistir, pode-se iniciar um processo

A anatomia de uma unha.

Anatomia da Unha

Tratando a Unha Encravada


Existe remédio para unha encravada?


Não existem remédios que sozinhos vão tratar a unha encravada. Por se tratar de um problema no qual a unha está “machucando” a pele ao seu redor, é necessário tratar as causas e não apenas os sintomas.

O tratamento da unha encravada pode ser feito de formas não cirúrgicas e cirúrgicas.


Tratamento não cirúrgico


As unhas encravadas devem ser tratadas assim que forem reconhecidas. Se elas forem reconhecidos precocemente, apenas com irritação local e dor na unha (antes que a infecção se instale), cuidados simples podem impedir a necessidade de tratamento adicional:

- Mantenha o local sempre higienizado e seco.

- Faça uso de calçados com a frente larga ou aberta. Nessas situações, alguns tipos de sandálias são benéficas.

- Mantenha o corte da unha adequado. Eventualmente apenas o corte da lateral da unha pode resolver o caso.

- Em caso de dor, é possível utilizar algum analgésico ou anti-inflamatório (caso não exista contraindicação).


Tratamento cirúrgico


Unha Encravada Cirurgia

Em casos de muita dor, recidivas frequentes e/ou sinais infecciosos, é possível que seja necessário um pequeno

procedimento cirúrgico além do uso de antibióticos (orientado por um médico) por um curto período de tempo.

O procedimento cirúrgico normalmente consiste na ressecção da porção excedente da unha (porção encravada), bem como a eliminação de parte da matriz de crescimento da unha (matricectomia) e/ou a posterior plástia da borda acometida do dedo (cantoplastia), normalmente hiperplásica, desse modo obtendo uma unha com crescimento adequado.


Perguntas frequentes:


O que fazer com o dedo inflamado devido a unha encravada?


Quando o dedo acometido fica inflamado, podem ser tomadas algumas medidas:

- Colocação do pé em água quente e limpeza suave (caso exista alguma sujidade) da lateral da unha.

- Evitar uso de calçados apertados. Dar preferência ao uso de sandálias abertas.

- Fazer uso de medicações analgésicas e/ou anti-inflamatórias (caso não exista contraindicações).


Como saber se o dedo ou unha está infeccionada?


Normalmente, quando estamos a frente de um caso de infecção o dedo apresenta alguns sinais como:

- Edema (inchaço)

- Vermelhidão local

- Saída de secreção purulenta

- Dor local.

Em casos infecciosos mais graves é possível inclusive apresentar um quadro de febre.

Frente a estes sintomas, é sempre indicado procurar um médico para melhor orientação.


Qual é o médico cuida das unhas dos pés?


O cuidado com as unhas dos pés é dividido por diversas especialidades, entre elas os cirurgiões de pé e tornozelo, cirurgiões plásticos e dermatologistas.

Fonte:

Orthoinfo - AAOS


4 visualizações

Posts recentes

Ver tudo